FDI-PORTUGAL

A FEDERAÇÃO DE DESPORTOS DE INVERNO DE PORTUGAL

 A Federação de Desportos de Inverno de Portugal é a autoridade portuguesa em matéria de desportos de Inverno em Portugal, tutelando as seguintes modalidades: Esqui Alpino, Esqui Nórdico, Esqui Freestyle, Snowboard, Curling, Hóquei no Gelo, Bobsleigh, Skeleton, Luge, Patinagem Artística e Patinagem de Velocidade. A FDI-Portugal é uma organização sem fins lucrativos dotada de estatuto de utilidade pública desportiva, que tem como principais objetivos promover, regulamentar e dirigir a nível nacional a prática de desportos relacionados com a neve e gelo, nas vertentes formativa, desportiva e cultural. Desde Janeiro de 2016 detêm também a concessão da Pousada de Juventude da Serra da Estrela. 

Durante vários anos, e praticamente desde 1928, o Ski Clube de Portugal foi o principal responsável pela organização e regulamentação das provas de esqui em Portugal. Este domínio aconteceu até 1953, ano em que surge o Clube Nacional de Montanhismo e a Escola de Esqui da Serra da Estrela, cujo aparecimento permitiu o aumento significativo do número de esquiadores. Com este aumento, surgem novos clubes e passa a existir mais competição e rivalidade. Surge assim a necessidade de se criar um organismo responsável pela regulamentação e representação do esqui em Portugal.

Fundada a 15 de maio de 1992, a Federação Portuguesa de Esqui é admitida em 1993 como membro da Federação Internacional de Esqui (FIS) e do Comité Olímpico de Portugal, sendo em 1994 reconhecida como pessoa coletiva de direito privado, titular de utilidade pública desportiva. 

Luís Filipe Saraiva, prestigiado esquiador e várias vezes campeão nacional, foi o seu primeiro presidente, seguindo-se nessas funções Manuel Aparício Machado, José António Pinho e desde 2009 Pedro Farromba, o atual presidente.

No dia 7 de novembro de 2008, por decisão unânime da Assembleia Geral, e com o objetivo de acolher a tutela de todos os desportos de inverno, sobretudo o snowboard que se encontrava numa fase de grande crescimento, foi deliberada a alteração da sua designação para Federação de Desportos de Inverno de Portugal (FDI-Portugal).                    

Em 2009 a FDI-Portugal criou o programa Brincar na Neve, que desde então tem proporcionado a prática dos desportos de neve, de forma regular e continua, a crianças e jovens dos 6 e os 16 anos. Dos mais de 500 participantes, contam-se já alguns nos trabalhos das seleções nacionais e em provas internacionais.          

Com o objetivo de introduzir os desportos de inverno nas escolas de todo o país, foi criado em 2015, o Pizza Hut Ski4All direcionado aos alunos do 1.º ao 3.º Ciclo. O programa vai na sua 6.ª edição, com mais de 12 000 participantes nas modalidades de Esqui e Snowboard. Este projeto é também inclusivo, com o Special Ski que, em parceria com o Special Olympics Portugal, conta com a participação de 1100 jovens com incapacidade intelectual.

Este Projeto foi internacionalmente premiado pela FIS como um dos mais importantes a nível mundial no que diz respeito a projetos de desenvolvimento dos desportos de inverno com crianças.

Em 2012, ano da celebração de 20 anos de existência, a FDI-Portugal consegue as suas primeiras medalhas internacionais de esqui, através do esquiador Andrea Bugnone.

Este foi também um ano de afirmação para o snowboard nacional, não só pela participação de diversos desportivas lusos em competições internacionais, mas principalmente pela realização do Vodafone Snowboard Urban Fest, primeira prova internacional FIS (Europa Cup), com pontuação a contar para o apuramento olímpico realizada em Portugal.

Portugal tem vindo a participar em eventos desportivos de grande importância internacional em diversas  modalidades como Campeonatos da Europa e do Mundo, bem como nos grandes eventos Olímpicos, tendo estado presente nos tempos mais recentes nos Jogos Olímpicos de Sochi 2014, Jogos Olímpicos da Juventude de Lillehammer 2016, Jogos Olímpicos de Pyeongchang 2018, Festival Olímpico da Juventude Europeia Sarajevo & East Sarajevo 2019 e já em 2020 nos Jogos Olímpicos da Juventude Lausanne 2020.

Desde 2017 a FDI-Portugal tem vindo a agregar a tutela de outros desportos de inverno como o Curling, o Luge, o Hóquei no gelo, o Bobsleigh e o Skeleton, bem como mais recentemente as modalidades de Patinagem no Gelo, encontrando-se atualmente a finalizar os procedimentos para a filiação na ISU (Ice Skating Union).

EN FR PT ES